SAUÁ: MASCOTE do Sierra Maestra

 

O macaco Sauá é também chamado de guigó do genêro Callicebus, que em latim significa macaco lindo. Da família cebidae é uma das maiores espécies entre os primatas neotropicais, são macacos de porte médio e pesam mais ou menos um quilo, tem pelagem longa e macia por todo o corpo inclusive na cabeça.

 

Vivem no interior das florestas e a maior parte do tempo ficam se alimentando de frutas, sementes, insetos e folhas. É um animal arborícola, raramente desce ao solo, são hábeis saltadores, mesmo com os filhotes nas costas saltam de um lado a outro, descansam bastante dormindo em ramos mais altos e não gostam muito de encontrar com outras espécies.

 

Essa espécie vive em casal, mas nada impede que fiquem em grupos  formando famílias de dois a cinco integrantes e, quando não possuem uma família andam nesse mesmo tanto todos machos. Sem data de reprodução, sempre tem um filhote que nasce com setenta gramas e sempre é carregado pelo macho desmamando aos cinco meses, vivendo aproximadamente treze anos.

 

Estão presentes nos estados do Rio de janeiro, São Paulo e Sudeste de Minas Gerais, pelo desmatamento corre risco de extinção.

© Copyright 2018 by Crioula Design